Tree Storey: a fachada verde de Vijayawada

Também conhecido por Vijayawada Garden Estate, o Tree Storey é um projeto do escritório Penda, com construção prevista para se iniciar ainda este ano. O empreendimento de 36.000 m2 está localizado na cidade de Vijayawada, às margens do rio Krishna, na Índia. São 95 apartamentos, área de lazer para os condôminos e lojas no térreo.

 

tree storey vista jardim
Tree Storey, apartamentos com vista e jardim. (Fonte: Archdaily)

 

O intuito dos arquitetos era proporcionar uma experiência de vida em contato com o mundo natural. Um projeto ecológico, um edifício que “respira”, apartamentos personalizados, com vista e jardim.

Quando pensamos em áreas verdes urbanas, a primeira imagem que vem na mente são parques, não é mesmo? Talvez, para quem pensa mais outside the box, coberturas verdes? Pois bem, a idéia do Tree Storey é ir além: transformar a fachada em um grande jardim! Fachada esta moldada de acordo com as escolhas individuais dos usuários. Sabem por quê? A construção consiste em um grande esqueleto estrutural, de 16 andares, onde módulos residenciais flexíveis serão encaixados. Cada usuário poderá escolhê-los de um catálogo, de acordo com suas necessidades.

tree storey conceito
Conceituação do projeto: como transformar casas e seus jardins em um edifício? Como conectar as áreas verdes do chão com as elevadas? Como proporcionar certa customização aos proprietários dos apartamentos? (Fonte: Archdaily)

 

O interessante é que isso possibilita o morador a ter certa liberdade na construção do seu próprio apartamento, onde as partes fixas são apenas a estrutura e as instalações hidráulicas. O resultado disso para cidade é uma fachada com certa aleatoriedade visual, onde a natureza é o elemento de destaque.

 

modulos apartamentos tree storey
Como montar um módulo do Tree Storey. (Fonte: Archdaily)

 

tree storey fachada
Tree Storey, com uma fachada projetada. (Fonte: Archdaily)

As plantas presentes na sua fachada têm outras funções. A primeira delas é dar privacidade para os apartamentos, tanto no âmbito público-privado, quanto entre unidades. A segunda é que as espécies vegetais escolhidas são capazes de reter os poluentes atmosféricos, fazendo com que a qualidade interna do ar seja melhor. E a terceira é servirem como elementos sombreadores de fachada. Juntamente com a circulação aberta, que propicia a ventilação natural cruzada nas unidades, mantém uma temperatura agradável no interior dos apartamentos e diminui a necessidade de ar-condicionado.

tree storey vegetação
Funções da vegetação da fachada. (Fonte: modificação feita na imagem do Archdaily)

 

tree storey vegetação
A vegetação da fachada como elemento paisagístico, sombreador e de privacidade. (Fonte: Archdaily)

 

tree storey circulação
A circulação aberta permite a ventilação natural cruzada. (Fonte: Archdaily)

 

Outras soluções sustentáveis do Tree Storey:

  • Coleta das águas pluviais, que são destinadas para a rega das plantas da fachada;
  • Irrigação por gotejamento, que consome menos água do que por aspersão;
  • Aquecimento solar de água.

Portanto, criar fachadas vivas é um jeito interessante de aumentar a quantidade de áreas verdes das nossas cidades e alterar a paisagem urbana. Além de sua função paisagística, elas criam micro-climas, aumentam a umidade do ar, diminuem a poluição sonora e atmosférica, melhoram nossa saúde física e mental, etc. Ou seja, a cidade e seus habitantes agradecem!

 

Fontes:

Arch2OArchDailyDezeenPenda Site OficialPooja VenturesPooja Crafted HomesThe Hindu

 

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *