Magic Breeze: mais jardins na terra, mais jardins no céu

Lembram do post em que mostramos o Tree Storey? Hoje vamos falar de outro projeto do Penda: o Magic Breeze.

 

Magic Breeze
O projeto garante um contato com a natureza através das floreiras instaladas nas varandas e do parque no térreo. (Fonte: Archdaily).

 

O Magic Breeze é um projeto residencial para Hyderabad, na Índia, com 145 apartamentos. Tanto o projeto Tree Storey quanto o Magic Breeze seguem alguns conceitos em comum. A tipologia casa com jardim é um deles: aqui, foram criadas varandas com gramado e floreiras modulares. A escolha das espécies vegetais é feita pelos proprietários, as quais variam entre plantas ornamentais ou comestíveis.

 

varandas magic breeze
As varandas privativas do Magic Breeze possuem um gramado. As floreiras ficam ao longo da circulação comum e das unidades e podem ser transformadas em hortas ou em jardins ornamentais. (Fonte: Archdaily).

 

penda Magic Breeze varandas
Como os apartamentos são duplex, as floreiras modulares aparecem na fachada a cada dois pavimentos. (Fonte: Archdaily).

 

Fornecendo essas varandas para cada apartamento, o edifício fica mais leve e dá a sensação de espaços mais abertos e iluminados. Além disso, os jardins funcionam como um sistema de resfriamento passivo, com ventilação natural e bloqueio do clima quente da cidade. Isso garante cerca de 60% de economia de energia, se comparado a um edifício tradicional.

 

penda Magic Breeze comparativo
A diferença da fachada com as floreiras e sem. (Fonte: Archdaily).

 

Planta:

Observe as varandas ajardinadas na esquerda e as floreiras que percorrem toda a circulação comum. (Fonte: Archdaily).
Planta do pavimento inferior do apartamento duplex. Observa-se as varandas ajardinadas com suas respectivas floreiras na esquerda e as que percorrem toda a circulação comum. A área externa criada entre as unidades ajuda na ventilação e iluminação naturais. (Fonte: Archdaily).

 

Planta do pavimento superior da unidade. As unidades têm cerca de 200m2, tirando-se a área de varanda. (Fonte: Archdaily).
Planta do pavimento superior da unidade. As unidades têm cerca de 200m2, tirando-se as áreas de varanda. (Fonte: Archdaily).

 

O parque do Magic Breeze:

No térreo, o projeto prevê um parque. Essa ideia de continuar as áreas verdes para o céu também foi apresentada no Tree Storey, como se o parque continuasse verticalmente, projetando-se para o edifício.

Segundo os arquitetos, mais uma vez a inspiração veio das escadarias da Índia, pois acreditam que esta construção simboliza o equilíbrio entre necessidade humana e impacto ambiental, onde beleza e função estão entrelaçados e em harmonia. Seu desenho inspirou os espaços criados no projeto, utilizados como canteiros.

processo criação magic breeze
O processo de criação até o resultado final esperado. (Fontes: Archdaily e Penda).

 

A segunda fonte de inspiração influenciou os caminhos, baseados em labirintos de água indianos. Eles criam diferentes atmosferas para cada percurso: de jardins privativos até praças mais abertas, capazes de se tornar pontos de encontro. Os trajetos foram categorizados em três velocidades: um caminho reto e largo, para rápido deslocamento; outro para velocidades intermediárias, com percursos diretos, porém com possibilidade de aproveitar a paisagem; e o terceiro para um promenade despreocupado, com pequenos espaços que se revelam, cheio de surpresas para o usuário, como jardins de cheiro, fontes, bancos, etc.

A ideia de caminhos que explora as visuais e espaços mais privados.
A ideia de caminhos que explora as visuais e espaços mais privados. (Fonte: Penda).

 

caminhos_magic-breeze
A forma dos percursos é ditada pela velocidade dos usuários. O caminho direto é para bicicletas e veículos como o carro dos bombeiros. O segundo tipo de caminho é contínuo, mas não em linha reta e foi criado para os pedestres e para skates, patins, etc. O terceiro são pequenas trilhas não sequenciais para o descanso ou para o promenade. (Fontes: Archdaily e Dezeen).

 

Fontes:

Archdaily 1Archdaily 2DezeenPenda

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *